Falo com toda convic??o, o “estatismo” ? uma doen?a que diminui a capacidade de racioc?nio l?gico e afrouxa os limites morais das pessoas. Veja se n?o tenho certa raz?o.

Em 2009, sendo constatado que a incid?ncia de assalto nos arredores de bares da cidade era grande, o g?nio iluminado do ent?o presidente da C?mara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, promulgou lei que obriga bares e similares a fecharem mais cedo a pretexto de combater a viol?ncia.

Isso mesmo, fechar bares mais cedo para combater a viol?ncia!

Na l?gica torta do estatismo,?se as pessoas est?o sendo assaltadas ? porque elas est?o se expondo aos bandidos?e o estado, ao inv?s de coibir a marginalidade, deve tolher a sua liberdade e a sua livre iniciativas (de clientes e de donos de bares, respectivamente).

N?o basta admitir que o estado ? ineficiente, h? de se penalizar os cidad?os de bem por essa inefici?ncia, que s? nesse fim de semana permitiu que tr?s inocentes fossem mortos em assaltos, na regi?o metropolitana de Fortaleza?(vide).

Pois ?, tr?s pessoas foram v?timas de latroc?nio neste fim de semana. Um bacharel em Direito, quando estava fumando um cigarro na cal?ada da casa de sua noiva; um tenente do Ex?rcito, quando fora pegar um porta-retratos que estava no carro estacionado ? frende da casa de seus pais; e, uma aposentada, que sa?ra para um encontro amoroso.

E, pode ficar certo, caro leitor, n?o tarda, algu?m vai propor proibir que se fume na cal?ada, que se busque objetos no carro e que se namore. N?o ser? surpresa alguma ver, em breve,?algum parlamentar acometido dessa grave doen?a chamada estatismo, propor projetos de tais naturezas.

N?o, n?o?estou apelando para a ridiculariza??o, n?o. Por mais absurdas e rid?culas que sejam as hip?teses, em face da mentalidade estatista reinante em nossa sociedade, ? bem plaus?vel que iniciativas tresloucadas como essas angariem popularidade, ? bem poss?vel que ignom?nias que tais encontrem acolhida no ?ntimo do imbecil coletivo.

Para confirmar o que digo, basta lembrar que, hoje, s?o comuns as manchetes dando conta que cidad?os honestos s?o presos ap?s reagirem a assaltos, por porte ilegal de armas, como aconteceu com um comerciante nesse s?bado (21), em Bauru (SP), vide.

Foi da mentalidade estatista que surgiu a brilhante ideia de desarmar o cidad?o como meio de combater a viol?ncia de que ele pr?prio ? v?tima! E, hoje, as pessoas?n?o t?m, sequer, o direito de portar armas para se defender dos bandidos, que armados at? os dentes, espoliam, humilham e matam impunemente.

Enfim, j? ? hora de a comunidade m?dico-cient?fica levar mais a s?rio isso que j? tomou foros de pandemia que vitima, de forma letal, mais o imunes do que os pr?prios infectados.